Evento

Desfile de moda

Desfile de moda

Nove estilistas de Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai e Equador apresentam suas coleções. A entrada é franca, sujeita à lotação do espaço, com retirada de senha uma hora antes do evento.

Data: 6/11, às 20h

Local: Centro Cultural São Paulo - Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso


Conheça os estilistas:

Heloísa Strobel /  Reptilia (Brasil)

A Reptilia surgiu como um projeto de criação, explorando trocas de pele e reformulações nas silhuetas do vestir. Trazendo um universo de criação que veio da arquitetura, a designer Heloisa Strobel busca experimentações que trazem novas razões para trocar de roupa todos os dias. Cada peça Reptilia carrega uma história de criação, pesquisa e busca. Questionamos e refletimos nosso tempo e nossos contrastes e convidamos a compartilhar um pouco de como isso é feito. 

Site da grife: https://www.reptilia.name/


Simone Nunes  /  Serpentina Bikini (Brasil)

Serpentina é uma marca além do produto. Pensada para pessoas que amam e cuidam da água. Fundada em 2016 com base no Brasil e em Portugal. Nossas estampas são inspiradas na natureza; tecidos e embalagens pensados para que o impacto ao meio ambiente seja mínimo. A cada peça vendida, o valor de uma muda de árvore é doada ao Instituto IPE, responsável pelo plantio em áreas de reflorestamento da Mata Atlântica. Simone é estilista desde 2001, mas a ‘recente’ entrada no mundo da moda é inversamente proporcional a visibilidade que já conquistou. Há três anos, Simone Nunes foi listada como uma das mais importantes estilistas do mundo.

Site da grife: www.serpentinabikini.com


 Vicente Perrotta / Vicente Perrotta (Brasil)

Trabalhando com a ressignificação, a artista desconstrói as questões de gênero nas roupas, como, por exemplo, o binarismo. Padrões estéticos, como por exemplo, a gordofobia. Machismo, racismo, lgbtfobia e transfeminismo também são temas que a estilista problematiza e questiona em suas criações,  formando um elo de compromisso não só com a sustentabilidade, mas também com o empoderamento dos corpos abjetos. 

Site da grife: https://www.facebook.com/vpupcyclinggenderless 


Emilia Velasco / Velasco (Argentina)

A coleção Terekuá do rio Paraná é o resultado de uma cocriação de Emilia Velasco com uma linha artística, reinventando o passado e trazendo-o ao presente. É produzido com materiais da região (“lienzos”, “palo santo”, raiz “paloma yuyo”, “chaguar”, “palmas”, “ao po`i”) em parceria com o artista Gustavo Mendoza com sua obra “natureza mórbida” com personagens alquimistas protetores da natureza, feitos em telas com diferentes intervenções como o bordado, costuras e patchwork. Emilia Velasco nasceu no calor da região do Nordeste Argentino, mais precisamente na cidade de Resistencia, Chaco, no ano 1985. Influenciada pelos conhecimentos de suas avós e a tradição familiar, decidiu viajar à cidade de  Rosário, Província de Santa Fe, região litorânea, para estudar Design e Produção de Indumentária.

Site da grife: www.velascodeautores.com.ar


Cristian González / Sr. Gonzalez (Chile)

Coleção Zenite aborda o patrimônio arquitetônico e natural de Valparaíso visto desde uma perspectiva zenital. Cristian González começou com design de moda graças à sua mãe modista. Em 2011, enquanto estudava no Instituto Aiep, elaborou sua primeira coleção, que deu origem à marca Sr. González.

Site da grife: www.sr-gonzalez.com


Nicolás Rivero / A New Cross (Colômbia)

Esta coleção busca gerar uma reflexão sobre a reparação do tecido social. Entendendo nosso papel como fios dentro desse tecido, que por sua vez é o território que habitamos. Estas analogias surgem a partir de uma exploração de diferentes técnicas artesanais que a equipe da marca reinterpretou para estabelecer um novo diálogo de cocriação entre as comunidades de artesãos e o olhar contemporâneo que caracteriza a New Cross

Site da grife: http://anewcross.com/site/


Maria Sonia Gauto / Maria Sonia Gauto (Paraguai)

Coleção Cápsula "Orígenes", inspirada na cultura autóctona paraguaia, elaborada en teares como tela, renda ju e ñanduti típicos feitos à mão por artesãs. Estilista de moda con mas de 30 anos de trajetória na alta costura, Maria Sonia lançou, há 17 anos, uma linha casual inteiramente artesanal para exportação, a qual teve muito sucesso e aceitação no mercado español.


Guadalupe Quiñones / Morena Toro (Paraguai)

Vestuário de renda da ñanduti feito à mão. Jaquetas compridas, vestidos, em tons de preto, cinza e dourado. Marca posicionada entre as mais inovadoras e culturais do Paraguai. Morena Toro é reconhecida por seus produtos de pret a porter e custom made.

Site da grife: www.morenatoro.com 


Adriana Ramirez / Adriana Ramirez (Equador)

Um modelo de empreendimento de inovação social de moda sustentável, com um valor agregado por meio da aplicação upcycling como parte da economia circular e que apoia grupos vulneráveis por meio de comunidades de aprendizes e processo de cocriação, resgatando saberes ancestrais e o trabalho com comunidades vulneráveis.